Seguidores

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Sorteio de sexta feira favorece que "seleção" não seja eliminada na primeira fase

Todo mundo sabe que é muito vergonhoso para uma seleção anfitriã sair da festa logo no início. Mas sabem também que escapar desta vergonha pode exigir um esforço que nem mesmo o anfitrião é capaz de fazer. Então, nesta copa deu se um jeitinho para que a seleção anfitriã não cometa a vergonha de sair logo no início, vaiada por seus compatriotas.

O sorteio ocorrido na última sexta em Costa do Sauípe não fugiu da regra de todos os sorteios para a copa, onde a "seleção" de amarelos sempre saí em vantagem, enfrentando sempre seleções fracas na primeira fase para que possa garantir a sua presença nas fases seguintes e evitar o mico de ser eliminada no início.

Os organizadores se preocuparam em favorecer a "seleção" do país do jeitinho, marcando devidamente os papeizinhos a serem sorteados para que as seleções fortes fiquem devidamente separadas da brasileira no grupo da primeira fase. Tem sido assim sempre e foi assim em Costa do Sauípe.

É de interesse mundial que a "seleção" brasileira de amarelos seja considerada a melhor do mundo para que sendo melhor no futebol, a alienação do país mais ameaçador aos interesses das elites mundiais se mantenha intacta. Afinal, sendo o melhor em um supérfluo, o Brasil poderá ser o pior em assuntos mais necessários.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.