Seguidores

sábado, 22 de junho de 2013

A vingança doce da Rede Globo

A Globo não gostou nadinha do desprezo que a "seleção" recebeu no último jogo, ocorrido na quarta-feira. Apesar de ter ganho o jogo, não houve qualquer tipo de comemoração, já que a população estava ocupada, envolvida com os protestos. A audiência do jogo (que garante o dinheiro publicitário pago à emissora) foi muito aquém do esperado, bastante reduzida.

Como a Globo, que além de acionista da CBF é a maior interessada em firmar a confusão entre futebol e patriotismo, o que garante muitos lucros financeiros, certeiros e inadiáveis, não estava a fim da extinção do fanatismo futebolístico, decidiu apelar de forma criativa para tentar manter acesa a chama confusa que mistura esporte e amor pátrio: reunir os torcedores em mesmo lugar para um evento multimídia gratuito que inclui a transmissão do jogo "Brasil x Itália" a acontecer daqui a pouco em Salvador. Só que o dito evento ocorrerá no RJ. Não fui informado se outras capitais farão o mesmo.

É uma tática esperta da Globo, que sempre quer ficar com a última palavra, logo a mesma rede que conseguiu esvaziar as manifestações após muita ênfase nos poucos vândalos, apelando para a psicologia do medo, já que os Marinhos, donos da emissora, como todo burguês, quer que as coisas fiquem como estão, com todos os problemas, injustiças intactos, a serem "resolvidos" apenas com paliativos e ilusões, o que não muda nada com coisa nenhuma.

Resta saber se o tal evento será visto pelos torcedores como mera diversão ou será a retomada do narcotizante fanatismo futebolístico que confunde "seleção" e nação, diversão e dever cívico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.