Seguidores

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Homem brasileiro gosta mais de futebol do que de mulher

Mundo injusto é isso aí. Normalmente quem tem mais benefícios é justamente quem merece. Segundo pesquisas recentes, o homem brasileiro tem como maior paixão o futebol, seguido da cerveja (que vale lembrar: tem gosto ruim - todos bebem por obrigação social e depois por vício), ficando as mulheres em terceiro lugar.

Interessante que muitos homens que se dão bem na vida afetiva, se casando com as melhores mulheres, se enquadram neste perfil, prejudicando os outros homens que realmente gostam dessas mulheres e não podem conquistá-las pelo prosaico motivo delas estarem comprometidas (com homens que não gostam delas). Isso confirma a tese de que mulheres preferem homens que as desprezam. Para muitas mulheres, infelizmente submissas às regras sociais, homens apaixonados passam uma impressão errada de insegurança. O que é uma baita mentira.

Porque os homens largam as suas mulheres e vão casar com jogadores de futebol? Tenho absoluta certeza que se os homens que amam futebol fizessem isso seriam muito mais felizes, lembrando que os jogadores dos times de maior popularidade ganham imensos salários (sem estudar - a maioria deles não tem sequer o ensino básico), podendo sustentar os torcedores dando uma vida bem abastada.

Mulher tem que se casar com quem gosta dela. Do contrário, só traz infelicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.