Seguidores

domingo, 29 de julho de 2012

Pátria dos Bebês Chorões

Se existe algo que não combina com o esporte e muito menos com atletas dispostos a vencer através da força física (esporte é força física - senão vira xadrez, baralho...) é chorar após vitória.

Após derrota, até é compreensível, já que choro é o sinal natural de tristeza. Mas na vitória? O povo brasileiro é muito piegas, emotivo e isso está arruinando o país, fazendo com que a racionalidade seja cada vez mais rara em nossa sociedade, permitindo que muitos absurdos e erros sejam naturalmente aceitos e até defendidos. 

O povo brasileiro virou o povo bebê-chorão, que se emociona no momento errado, que não raciocina com discernimento e dá nisso tudo aí, um país que nunca se desenvolve e que prefere maquiar com pompas, consumismo e outras ilusões do que realmente dar melhorias reais a população, que permanece sempre iludida e alienada, achando que vai evoluir se tornando puramente emotivo.

Sinceramente acho feio esportista chorar. Esses bananas mostram que se são fortes na ação, são bem fracos na emoção, chorando sem motivo como crianças carentes clamando pelas mamãezinhas.

Ah, mas ele sofreram para chegar aí. Sofreram? Sofrimento virou qualidade? Sofrimento virou troféu? porque não lutou para impedir o sofrimento? Porque não brigou com verdadeira garra, peitando técnicos e patrocinadores com a mesma dureza que demonstram durante as competições. Abaixaram a cabeça para patrocinadores e técnicos para depois dizerem que "sofreram" e usar isso como troféu e cair em lágrimas? 

Nada disso. Cortem o mal pela raiz e sejam duros também com os que estão acima. Chega de sermos explorados por quem está acima de nós. Sofrer não é natural. Se existe sofrimento, é porque algo está errado.

Por isso continuo achando que chorar no pódio é coisa de cara frouxo, de quem não sabe controlar as emoções. Sofro muito mais que qualquer atleta (que pelo menos tem o apoio de toda a sociedade, que pensa que esporte desenvolve o caráter, o que é uma ilusão), sem apoio de qualquer mortal e não fico chorando o tempo todo.

Esses fracotes de sentimento aprendam a comemorar suas vitórias sorrindo e parem de usar o sofrimento como troféu. É como falei: sofreu? É porque alguma coisa saiu errado. O sofrimento é um erro, não deveria fazer parte da vida de ninguém.

Eu fui duro? Fui. Porque a vida só é dura para quem é mole.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.