Seguidores

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Diversidade não é com os Torcedores de Futebol

Se existe alguém que não entende mesmo de diversidade, são os torcedores de futebol. Se já não bastassem se submeter as regras sociais que obrigam alguém a gostar de futebol (embora pensem que a sua adesão seja voluntária), geralmente preferem torcer pelos times com maior prestígio. Times que eles saibam que tem outros torcedores.

Esse secular hábito modista do brasileiro de imitar os outros a procura de afirmação social, tem sido visto em vários setores da sociedade. Desta forma é que se padronizam gostos, ideias e hábitos que fazem o povo brasileiro ser o mais modista do mundo, onde as modas pegam com muita facilidade. Onde sem um motivo aparente, qualquer indivíduo adere a uma mania só porque outras pessoas também aderiram.

Insatisfeitos em monopolizar o gosto esportivo do brasileiro com o foco no futebol, dentro do próprio futebol - que já é um modismo duradouro - há um submodismo de torcer apenas pelos "melhores" times. Os que tem mais grana, os que tem mais títulos e consequentemente os que tem mais torcedores. Pois, torcer sozinho para um time não tem a menor graça. 

Até porque a proposta do futebol no Brasil é justamente a socialização. Por isso mesmo, e pelo medo de ficar sozinho que em tempos de copa a dedicação é total, até mesmo por parte de quem não costuma gostar de futebol. vale qualquer coisa para não ficar sozinho em nosso país. nem que tenha que fazer algo que não goste.

E assim, os times menos prestigiados seguem sem apoio, de mídia, torcida e patrocinadores, Da mesma forma como ocorre em outros esportes e com as pessoas que não curtem futebol (nem em copa). Todos abandonados porque uma imensa maioria de pessoas resolveu uniformizar a sua maneira de se divertir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.