Seguidores

domingo, 21 de agosto de 2011

Pelo futebol, as vontades são sempre atendidas

Se você tentar pedir para alguma autoridade, uma melhoria em sua qualidade de vida, algo que realmente possa ser útil ao seu bem estar, pode crer que não será atendido, ou se for, vai demorar para ser.



Agora se você pedir para que seu timezinho mantenha o seu jogador favorito para favorecer uma mera vitória do mesmo timezinho - algo que, venhamos, não melhora vida de ninguém senão do próprio jogador - com certeza será atendido e imediatamente.



Foi o que aconteceu com o caso Ronaldinho Gaúcho, Flamengo x CBF. Para favorecer a permanência do "craque" no popularíssimo time carioca, a CBF decidiu adiar o jogo da "seleção" e o jogador só vai se ausentar em um jogo apenas do Flamengo.



Eu estou cada dia mais pasmo com a infantilização da sociedade brasileira, que não desiste de colocar o futebol acima até mesmo de uma vida digna.



"Posso sofrer, passar fome e até morrer, mas o meu time eu não quero ver perder", é o lema da maioria dos torcedores. Otários.



Por isso o país continua nessa merda. E vai continuar enquanto isso não mudar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.