Seguidores

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Melhorias não deveriam ser "para a copa"

Estou cansado de ler notícias sobre as obras de melhoria, sobretudo as que se referem à mobilidade urbana - que os defensores dessas caríssimas obras definem como "todas as melhorias", como se os mastodônticos BRTs fossem melhorar outros aspectos da vida urbana como saúde, educação, segurança, etc., já que transportar bem não significa melhorar - e vê-las relacionadas para acopa: "obras para a copa", "respeitando o prazo para a copa" "para a copa isso", "para a copa aquilo"... CHEGA!



O fanatismo futebolístico está tomando proporções inacreditáveis. parece que o futebol não é um esporte, uma forma de lazer e sim a salvação da humanidade brasileira. É o sol de um sistema solar alienado, onde todas as coisas perdem importância diante de um esporte fútil, analfabeto e que deveria servir apenas para passar o tempo do ócio por alguns minutos. Um chute ao gol salva vidas? Um título em um campeonato acaba com as injustiças? Ser analfabeto, desestimulando a vitoria profissional através de muito estudo, é a nova intelectualidade?



Essa copa nunca deveria sequer pairado na cabeça de que idealizou, que com certeza são pessoas sem sensibilidade, avarentas e querem usar a ingenuidade do povo para garantir lucros particulares e manter os cérebros adormecidos para que a mentalidade coletiva de nossa população não se desenvolva.



Ah, mas "a copa trará benefícios"... O que os BRTs têm a ver com futebol? Será que com boa vontade, não daria para fazer esses BRTs mesmo sem copas e coisa parecida? Até porque a FIFA, a CBF e as empresas envolvidas com patrocínio e organização não vão gastar nenhum centavo para a realização dessas obras. O dinheiro virá de você mesmo, torcedor, que paga seus impostos em dia, mês e ano.



Pelo jeito a única coisa mesmo que essa copa vai servir é perpetuar o fanatismo infantil que faz a população brasileira pensar que o futebol é a salvação de nosso povo.



A não ser que algo de muito ruim aconteça com essa copa. nem que seja para brindar a vitória da "seleção" com uma tremenda recessão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.