Seguidores

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Não precisamos de copa e olimpiada para acelerar turismo

Muita gente está confiante nessa copa de 2014 e na olimpíada de 2016, achando que estas irão salvar o país da miséria. Mas quem está a favor, não conhece os bastidores de coisa nenhuma e acredita que as coisas resolvem por milagre.

Não precisamos de copa e olimpíada nenhuma para atrair turistas. Nós temos um território privilegiado, cheinho de pontos turísticos (mais do que qualquer lugar) e bastava conservar suas belezas e divulgá-las.

Essa copa e essa olimpíada são na verdade dois engodos para tentar colocar os nomes dos nossos políticos na História mundial e roubas dinheiro com superfaturamento.

Mas analisando tudo, observei vários fatores que não garantem o sucesso das empreitadas, o que anula todo o dogmatismo construído na crença favorável a realização desses eventos em nosso país.

1 - Por mais válido que seja, a realização desses eventos veio em mau momento. não estamos preparados para eles.

2 - Muita gente coloca, ingenuamente, esses eventos como "necessários" porque atrairão muitos investimentos. Não é bem assim:

-- 2.1 - Turistas são pessoas físicas. Como o dinheiro vindo de pessoas físicas irão suprir os gastos feitos por pessoas jurídicas? Na melhor das hipóteses, serão 1 milhão de reais para cada 1 bilhão gasto.

-- 2.2 - A copa de 2014 e a olimpíada fazem parte do turismo específico. A crença de que temos no Brasil de que toda pessoa gosta de esporte, dá a ilusão de turismo geral, parecendo que todos os habitantes do planeta virão para assistir aos jogos. Nada disso. Sí virá quem realmente gosta dos esportes envolvidos. Lembrando que o fanatismo é caso único aqui, dá para perceber que virão muito menos gente do que o esperado.

-- 2.3 - Mesmo que o dinheiro esperado volte nas mãos dos turistas, ele será direcionado muito mais para repor os gastos feitos com as obras e remunerar patrocinadores (eles esperam retorno). O argumento de que o dinheiro irá ser utilizado para melhorar a vida dos brasileiros é infantil e totalmente alheio ao que realmente acontece durante a realização desses eventos.

3 - O verdadeiro objetivo da realização desses eventos é consagrar o Brasil como realizador de grandes eventos e firmar a sua fama de "Pátria de Chuteiras", consagrando de vez o fanatismo futebolístico, na forma de uma ditadura do futebol, onde a alienação é estabilizada através da obrigação de se gostar de futebol, algo que envolve até mesmo etiqueta social.

Reafirmo que não precisamos desse turismo esportivo para trazer mais turistas para o nosso país. As paisagens que nós temos atraem um número de turistas muito maior do que os desses dois eventos juntos.

Em 2017 o povo pagará um preço bem caro por algo puramente lúdico e que nada trará de benefícios concretos para a tradicionalmente sofrida população brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.