Seguidores

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Inglaterra quer adiar eleição e abrir caixa preta da FIFA

OBS: O sempre simpático Paulo Henrique Amorim nos mostra esse texto que joga ainda mais lenha na fogueira da máfia que é a FIFA. Se não bastasse transformar o culto ao futebol numa obrigação "cívico-social", com o intuito de garantir na marra a freguesia para as suas falcatruas, ainda temos muita corrupção lá dentro, onde tudo está sendo armado para levar Ricardo Teixeira ao poder.

E ainda tem gente tola que pensa que o futebol é administrado por três favelados punheteiros que pensam que os títulos da "seleção" e dos times brasileiros vão melhorar a vida da população, eternamente presa nessa ingenuidade.

Abandonar o futebol é que é o verdadeiro ato de amor a pátria. Torcer para a "seleção" é torcer para Ricardo Teixeira ficar ainda mais rico e poderoso.

Inglaterra quer adiar eleição e abrir caixa preta da FIFA

Paulo Henrique Amorim, in Conversa Afiada

Saiu na BBC, que, originalmente, divulgou a denuncia do jornalista Andrew Jennings.

A federação inglesa e a escocesa de futebol querem adiar indefinidamente a eleição para presidente da FIFA que deve se realizar nesta quarta-feira, na Suíça.

A Inglaterra decidiu se abster na eleição.

E quer que a FIFA nomeia uma instituição independente para fazer uma auditoria completa nas contas da FIFA (e de seus dirigentes, entre eles, é claro, Ricardo Teixeira).

A BBC também noticiou que a própria FIFA nomeou a comissão de “sindicância” que absolveu Ricardo Teixeira.

Como se sabe, um dirigente da federação inglesa contou que Ricardo Teixeira chegou para ele e perguntou o que você tem aí para mim.

A Inglaterra perdeu para a Rússia o direito de sediar a Copa de 2014.

A “absolvição” de Teixeira foi amplamente noticiada pela Globo.

É como se a Globo dissesse: o Papa absolve o bispo de pedofilia.

A rede CNN de televisão também tratou longamente da trampa na FIFA.

Mostrou que a FIFA é uma instituição que tem tudo para estimular trampas: um número pequeno de pessoas decide sobre um volume muito grande de dinheiro: US$ 3,6 bilhões, por ano, segundo a respeitada revista inglesa Economist.

A CNN trata de forma divertida a eleição do que chama de “Santo” Blatter, o suíço que governa a FIFA há 13 anos e quer mais quatro.

O “santo” foi escolhido por Havelange para sucedê-lo na sacra cadeira.

E deixou o genro, Teixeira, de coroinha, bem perto do altar.

A imprensa mundial caiu sobre a eleição da FIFA com apetite.

Aqui no Brasil, caberia instalar a CPI da CBF – II.

À Polícia Federal, dar uma passadinha na CBF.

E o Procurador Geral da República exigir uma auditoria completa nesta instituição que vai realizar (?) uma Copa no Mundo e há 22 anos se movimenta segundo as regras do Imperador Ricardo Teixeira.

O gérmen da corrupção na FIFA, segundo Andrew Jennings, foi a empresa de publicidade e marketing ISL.

Havelange deu à ISL a exclusividade para venda de direitos de exibição e exploração de publicidade na Copa do Mundo.

A ISL faliu.

Não sem antes subornar Hevalange e Teixeira, segundo Jennings, no livro “Jogo Sujo”, editado no Brasil pela Panda Books, e no documentário da BBC.

Aqui no Brasil, Teixeira cedeu à empresa Traffic de Jota Hawilla uma liberdade de ação idêntica à da ISL.

O mundo inteiro assiste ao exame do corpo de delito da FIFA e seus santos dirigentes, segundo a CNN.

E aqui ?

Nem com todas letras do alfabeto grego – Alfa, Beta, Gama e Delta – será possível descrever os feitos de divindades tão poderosas quanto Havelange e Teixeira.

Viva o Brasil !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.