Seguidores

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Orlando Silva agora teme atraso das obras: `é preciso correr`

OBS: Autoridades incompetentes! Porque não imaginaram isso antes de lançar a candidatura? Essa copa de 2014 é a maior besteira já feita no país e levará o Brasil para o fundo do poço. Tomara que sirva para acabar de vez com o fanatismo futebolístico dos brasileiros e estimule a população a idolatrar coisas mais sérias do que um monte de analfabetos correndo atrás de uma bola.

Orlando Silva agora teme atraso das obras: `é preciso correr`

9 de abril de 2011 às 12h52 - do site da BAND

O ministro do Esporte, Orlando Silva, participou nesta sexta-feira da gravação do programa Canal Livre, da Band – a entrevista vai ao ar no domingo, às 23h30. Na conversa, o responsável por gerenciar os projetos para a Copa de 2014 se mostrou preocupado com o andamento das obras, especialmente com a construção dos estádios em São Paulo e Natal, que não saíram do papel.

Por três vezes, ele repetiu a frase: “acredito que é preciso andar mais rápido”. De acordo com o ministro, haverá uma reunião em abril com a presidente Dilma Roussef, prefeitos e governadores para averiguar o que já está sendo feito e redefinir prazos.

“O país tem 27 meses para entregar todos os projetos prometidos. Nossa referência é a Copa das Confederações, que é o evento teste (acontecerá em julho de 2013). Está certo que não envolverá as 12 cidades-sede. Deve ter quatro cidades participantes. Mas, até lá, temos que deixar tudo pronto.”

Sobre os dois estádios atrasados, o ministro pediu agilidade no desenrolar dos problemas e jogou a responsabilidade de entrega para os governadores e prefeitos, que "serão cobrados por qualquer atraso".

Orlando Silva lembrou sobre a mudança de sede da capital paulista (do Morumbi para o terreno em Itaquera) e reconheceu que há muitos entraves para o início da construção. Somente para a alteração dos dutos que passam sob a propriedade do Corinthians, por exemplo, é necessário 120 dias de obras e R$ 30 milhões.

“O prefeito Gilberto Kassab e Geraldo Alckmin informaram à presidenta que desenvolveram um modelo para viabilizar o estádio para 65 mil pessoas em Itaquera. Confio que o prefeito e o governador irão equacionar os problemas para realizar a abertura em São Paulo”, comentou. Sobre a Arena das Dunas, em Natal, ele disse que os problemas burocráticos estão, praticamente, resolvidos e as obras "começarão dentro de pouco tempo."

O ministro ainda informou como será feita a modernização dos aeroportos, detalhou os investimentos em mobilidade urbana, ressaltou a ideia de transparência dos projetos para a população e mandou um recado ao presidente da Fifa, Joseph Blatter. Todos esses detalhes, você confere domingo, às 23h30, na Band.

Fonte: eBand

Fonte: Copa no Pantanal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.